SEJAM MUITO BEM VINDOS E BEM VINDAS!

RETIRO QUARESMAL 21 DE MARÇO DE 2014 - SEXTA-FEIRA

Preparação

PALAVRAS DE FORÇA:

Vingança – intolerância - serenidade

Motivação
Somos movidos pelos mais diferentes sentimentos. A cada dia estamos sujeitos a ter as mais variadas reações diante do que o ambiente nos oferece. Raiva, medo, angústia, felicidade, paz são sentimentos recorrentes que nos fazem entender o quão complexo somos nós. Por mais que queiramos explicar não conseguimos. É preciso equilibrar os sentimentos. Já sei que não é fácil. É um exercício cotidiano porque algumas situações são tão fortes que nos descontrolam. A oração tem seu papel fundamental neste aspecto. Além de treinos que podemos fazer rotineiramente, temos uma aliada poderosa que é a oração. Você tem rezado pedindo a Deus sabedoria, prudência e generosidade?

Texto Bíblico

Abra a Palavra
Anúncio feito por Mateus 21, 33-43.45-46
Naquele tempo, dirigindo-se Jesus aos chefes dos sacerdotes e aos anciãos do povo, disse-lhes:33“Escutai esta outra parábola: Certo proprietário plantou uma vinha, pôs uma cerca em volta, fez nela um lagar para esmagar as uvas e construiu uma torre de guarda. Depois arrendou-a a vinhateiros, e viajou para o estrangeiro. 34Quando chegou o tempo da colheita, o proprietário mandou seus empregados aos vinhateiros para receber seus frutos. 35Os vinhateiros, porém, agarraram os empregados, espancaram a um, mataram a outro, e ao terceiro apedrejaram. 36O proprietário mandou de novo outros empregados, em maior número do que os primeiros. Mas eles os trataram da mesma forma. 37Finalmente, o proprietário enviou-lhes o seu filho, pensando: ‘Ao meu filho eles vão respeitar’. 38Os vinhateiros, porém, ao verem o filho, disseram entre si: ‘Este é o herdeiro. Vinde, vamos matá-lo e tomar posse da sua herança!’ 39Então agarraram o filho, jogaram-no para fora da vinha e o mataram.40Pois bem, quando o dono da vinha voltar, que fará com esses vinhateiros?” 41Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: “Com certeza mandará matar de modo violento esses perversos e arrendará a vinha a outros vinhateiros, que lhe entregarão os frutos no tempo certo”. 42Então Jesus lhes disse: “Vós nunca lestes nas Escrituras: ‘A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular; isto foi feito pelo Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos?” 43Por isso eu vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e será entregue a um povo que produzirá frutos. 45Os sumos sacerdotes e fariseus ouviram as parábolas de Jesus, e compreenderam que estava falando deles.46Procuraram prendê-lo, mas ficaram com medo das multidões, pois elas consideravam Jesus um profeta.

O que o texto nos diz

Medite
Um patrão, em princípio cuidadoso e dedicado, confia aos mais próximos a sua vinha. Pessoas dignas de confiança que não respondem da mesma maneira ao dono da vinha. São hostis, matam e sacrificam o seu próprio filho. O que você faria se estivesse no lugar do dono da vinha? Ele envia o seu filho e eles também não o respeitam. Por acaso você conhece outra história parecida? É certo que sim. Deus nos confiou o seu único Filho e nós o matamos porque não compreendemos a sua palavra. Você já agiu movido pela vingança, pela intolerância? Você já foi vítima de pessoas que agiam a partir destes sentimentos? Escreva.

Reze confiante e complete a oração com suas palavras
“Senhor sou fruto do seu amor. A cada dia tento caminhar na sua graça, mas nem sempre consigo. Tenha paciência comigo. Aceite a minha lentidão em dar passos. Conto apenas com a sua graça para...”

É importante
Vasculhar o coração. Sinta-o como um porão cheio de coisas encostadas, jogadas e quebradas. Tudo está revirado e nada de bom surge daí a não ser um coração confuso, atribulado. Mas, lá no fundo há algo que pode organizar, jogar fora e resgatar aquilo que ainda tem conserto. O que seria isso?
Serenidade é a capacidade de conceber as várias opiniões e não sofrer demasiadamente para tomar uma ou outra. É o um som tranquilo que se ouve depois que passa o turbilhão pela nossa vida. Ela é, portanto, a capacidade que temos de amadurecer diante do revés. Busque a serenidade.

Reflita

Reze sobre a sua vida

[Se quiser colocar uma música de fundo para alimentar este momento, esteja à vontade].
O ser humano diz “Vingança”, Jesus diz “amor”. O ser humano diz “intolerância”, Jesus diz “amor”. O ser humano diz “serenidade”, Jesus diz “amor”. Nele, o amor, fundamentos os mais nobres sentimentos e com ele enfrentamos os mais diferentes desejos.
No seu trabalho ou família, quais são os sentimentos mais nobres que você tem? Quais são as dificuldades? O que você tem feito para melhorar?


Anote

DIÁRIO DE DESCOBERTAS

1.Há alguém por quem você nutre algum tipo de vingança? Há alguém com quem você agiu de forma intolerante? Reze sobre isso.
2.Você tem inveja de alguém?
3.Você se sente incapaz diante de alguém ou alguma situação em especial?

Ação de graças

Deus é soberano. Compreende como ninguém nossas limitações. Vela-nos quando andamos por caminhos tortuosos ou quando, por desobediência, caímos em ciladas do inimigo.

Reze, agradeça. Deus conta com sua oração e com sua humildade em prostrar-se e sentir-se dependente, com alegria, do amor e misericórdia de Deus.

FONTE: http://www.eadseculo21.org.br/

1ª TRIMESTRAL DIOCESANA DE PASTORAL



A Diocese de Mossoró realiza, nos dias 21 e 22, a 1ª Trimestral de 2014 com a assessoria de padre Júnior, da Diocese de Limoeiro do Norte. O tema da Trimestral será a continuação do assunto da Assembleia Diocesana 2013 - "A Paróquia: Comunidade de Comunidades". Na oportunidade, será enfocado também o perfil do Papa Francisco. Atualmente o assessor, padre Júnior, reside em Limoeiro do Norte, ajuda nos trabalhos pastorais e na assessoria dos movimentos e pastorais sociais da Diocese de Limoeiro, é professor da Faculdade Católica de Fortaleza e assessora diversos encontros de formação pelo Brasil.  

A Trimestral acontece nas dependências do Centro de Treinamento, na praça dos hospitais, em Mossoró.

FONTE: http://diocesedemossoro.blogspot.com.br/

RETIRO QUARESMAL, QUINTA - FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2014

Preparação

PALAVRAS DE FORÇA:

Arrogância – remorso - arrependimento

Motivação

O que é a vida a não ser este monte de ossos recheado de carnes e órgãos que carregamos? Não fosse o Espírito de Deus habitar em nós seríamos um monte de qualquer coisa pronto para apodrecer no dia final. Nada levamos porque nada possuímos. Nada conservamos porque nada nos pertence. O tempo é breve. Muito breve. O que para nós parece ser eterno em Deus é apenas um segundo. Tempo é algo bem relativo. É sempre bom pensar no que vamos deixar quando morrermos. Parece estranha esta reflexão, mas precisamos olhar a nossa vida e semear o que queremos que outros colham em nosso nome. Devemos semear, mas não nos cabe querer ser o protagonista da colheita. Só o tempo dirá.

Texto Bíblico

Anúncio feito por Lucas 16, 19-31

Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: 19“Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias.
20Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, estava no chão, à porta do rico. 21Ele queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico. E, além disso, vinham os cachorros lamber suas feridas.
22Quando o pobre morreu, os anjos levaram-no para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado. 23Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe a Abraão, com Lázaro ao seu lado. 24Então gritou: ‘Pai Abraão, tem piedade de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’.
25Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra-te de que recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. 26E, além disso, há um grande abismo entre nós: por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’.
27O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda Lázaro à casa de meu pai, 28porque eu tenho cinco irmãos. Manda preveni-los, para que não venham também eles para este lugar de tormento’. 29Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os profetas, que os escutem!’
30O rico insistiu: ‘Não, Pai Abraão, mas se um dos mortos for até eles, certamente vão se converter’.31Mas Abraão lhe disse: ‘Se não escutam a Moisés, nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos”’.

O que o texto nos diz

Medite

Arrogância é uma palavra triste, sem música na pronúncia. É a realidade daquele que não se ama porque precisa esconder-se em algo que o faça ser percebido. É próprio de quem não se sente amado e nem é capaz de amar ninguém. Repare no rico do evangelho. Observe bem.

Remorso não deve ser confundido com o arrependimento. O remorso não tem a capacidade da resiliência, ou seja, de ir até o fundo de uma situação de sofrimento e sair inteiro dela. Ele nos afunda no sentimento de impotência e incapacidade. A todo custo ele deve ser evitado porque não transforma o coração. Mais uma vez veja a aflição do rico no diálogo com Abraão.

Arrependimento é o processo mais humano que existe. É o confrontar-se com a nossa limitação e saber que ele pode me levar a redenção. Arrependo-me porque percebo-me limitado naquela situação específica e procuro o perdão. O arrependimento abre-nos a porta para o abraço acolhedor de Deus e do irmão. Nele não há culpa.

Reflita

Reze confiante e complete a oração com suas palavras

“Meu Senhor e meu Deus, sou como um barco perdido em alto mar. Vou conforme o vento e nem sempre tenho as coordenadas necessárias para segurar o leme. Tenho medo, às vezes, mas...”.

É importante

- Descruzar os braços. Nada melhor do que sacudir o pó do chão e lutar. Parece estranho, mas é a mais pura realidade. Olhar-se no espelho e contemplar a criatura que você é. Você não é o rico que impõe um sofrimento a Lázaro, portanto, anime-se.
- Saber-se amado por Deus e pelas pessoas. Quem te ama? Pense. Acolha esta pessoa em seu coração neste momento. Reze por ela.
- Saber que sendo amado não me permite fazer o que quero. Mesmo sabendo que o amor de Deus e do outro podem não ter limites, preciso compreender que não posso errar sempre. O erro desgasta o outro.

Reze sobre a sua vida

[Se quiser colocar uma música de fundo para alimentar este momento, esteja à vontade].
Quais foram as imagens que na sua infância, adolescência e juventude e adulto você fez de Deus? Ele era um investigador, um ser vingativo, um acolhedor, um proibidor? Escreva estas imagens de Deus que você adquiriu. Se quiser, você poderá fazê-lo por ordem cronológica desde criança até a fase em que está hoje. Mas, não se esqueça, escreva.

Anote

DIÁRIO DE DESCOBERTAS

1.Coloque-se diante de Deus em oração. Acalme o coração. Feche os olhos e peça a ação do Espírito Santo. Reze ao Espírito Santo numa oração espontânea. Faça isso por uns 5 minutos.
2.Em que momentos da sua vida você usou de arrogância achando que o outro era inferior a você? Quais sentimentos de motivou a isso? Inveja, raiva, ciúme?
3.Deus te ama, não se esqueça. Nada abalará ou será uma barreira para que Deus se mantenha longe de você. Você tem a Sua palavra.

Ação de graças

Maria foi um exemplo de maturidade, serviço e acolhimento do amor de Deus. Guardava em seu coração os acontecimentos para vislumbrá-los no futuro. Guarde em seu coração o que fica desta oração de hoje. Anote quais sentimentos você traz consigo agora? Como se sente?

Respire fundo e reze a Salve Rainha. Maria te acolherá com carinho.

FONTE: http://www.eadseculo21.org.br/ead/

RETIRO QUARESMAL 19 DE MARÇO DE 2014

Preparação

PALAVRAS DE FORÇA:

Humildade – mansidão – paciência

Motivação

No dia de hoje lembramos o patrono da Igreja, São José. Celebrado com carinho e força é para nós mais do que um símbolo ou padroeiro. Ele é um modelo de compreensão da vontade de Deus e, por isso, nesse dia de retiro teremos a grata satisfação de olhar mais profundamente esta pessoa que soube ouvir, como Maria, a voz de Deus e sua vida. Preparado? Vamos lá? Para começo de conversa, você é paciente? Consegue controlar-se diante da morosidade de alguém, diante do semáforo, nas filas, nos mercados? Responda prontamente: você pode mudar o imprevisível? Se sim, parabéns, você é o novo “deus” a quem devemos adorar. Primeiro, vamos ao texto bíblico.

Texto Bíblico

Abra a Palavra

Anúncio feito por Mateus 1, 16.18-21.24
16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.
21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 24aQuando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor havia mandado.

O que o texto nos diz

Medite

Humildade é a completa percepção de que sempre temos o que fazer e oferecer ao outro. É a capacidade de voltar-se para uma necessidade que não seja nossa e ser terreno para que o outro consiga realizar-se. Exemplo deste caso, João Batista, que saiu de cena para apresentar Jesus.
Mansidão é considerada uma das virtudes mais desejadas que vem do Coração de Jesus. Por ela adquirimos discernimento e confiança de que nossas palavras e gestos não devem vir cheios de julgamentos, maledicências em direção ao nosso irmão. Ela é o controle que temos sobre as nossas ações.
Paciência está entre as dez das dez virtudes que queremos e almejamos. Sua ausência gera a somatização de inúmeros problemas físicos. Ela nos conduz a serenidade diante das situações de conflitos em todos os níveis.

Reflita

Reze confiante e complete a oração com suas palavras

“Dai-me, Senhor, neste dia, a serenidade para entender as coisas que acontecerão em minha vida. Tornai-me forte, capaz de soluções imediatas diante dos conflitos. Provai-me na humildade, mansidão e paciência para que eu...”

É importante

Não devemos pedir dons a Deus e ficar esperando como se já os tivéssemos recebido. Pedir é a primeira etapa. Depois, somos convidados a colocar em prática aquilo que pedimos. Sua incumbência hoje é pedir a Deus a humildade, mansidão e paciência.
Acompanhe este raciocínio: você é pó da terra. Formado por Deus a partir da simplicidade da terra. Tudo o que você tem, é e pode vir a ser só pode se realizar pela graça de Deus. Você não tem poder de transformar a terra, o ar, o vento, a natureza. Você é limitado. Tem apenas a si mesmo e tudo o que você faz pode ser feito por outra pessoa e melhor do que você. Portanto, você tem motivos para não ser humilde? Já pensou nisso? Você tem motivo para não ser manso? O que acha? Tem ainda motivo para não ser mais paciente com as pessoas em especial? O que me diz?

Reze sobre a sua vida

[Se quiser colocar uma música de fundo para alimentar este momento, esteja à vontade].
Pense na sua infância. Você foi feliz? O que mais te incomodava? Sentiu-se desprezado, renegado? Sentiu-se amado, acolhido?
Hoje, como se sente? O que mudou? Por que mudou?
Não se esqueça de anotar estes sentimentos.

Anote

DIÁRIO DE DESCOBERTAS

Ontem você foi convidado a escrever uma oração. Retome aquela oração que você escreveu e a compare com a vida de São José que foi um exemplar esposo, filho de Deus e pai adotivo de Jesus. Um homem sereno, capaz de servir e abrir mão do próprio projeto pessoal para abrir-se ao projeto de Deus em sua vida.
Reze esta oração e acrescente nela: “São José, meu protetor, rogai por mim que procuro na delicadeza da oração servir mais e estar atento aos desejos de Deus em minha vida. Meu São José, rogai por mim”. Leia atenta e pausadamente a oração completa.

Ação de graças

Para terminar o nosso momento orante, respire fundo, deixe de lado todas as coisas que estão ao seu redor: caneta, bíblia, papéis e tudo o mais. Saiba que o amor de Deus é incondicional. Não há pecado que te afasta de Deus a não ser que você mesmo queira. Deus está pronto para te acolher. Lembra-se do filho pródigo, pois é, é deste amor que te falo.
Para encerrar, responda no coração aquela primeira pergunta que fiz no início desta oração: você é capaz de mudar o imprevisível?

Reze de olhos fechados e, calmamente, um Pai Nosso e três Ave- Marias. Deus te guarde e te proteja.

FONTE: http://www.eadseculo21.org.br/ead/

RETIRO DA QUARESMA TERÇA 18 DE MARÇO DE 2014

Preparação
PALAVRAS DE FORÇA:
Aparência – serviço – exaltação
Motivação
Estética, beleza, belas roupas, rejuvenescer e tantos outros vocabulários que preencheríamos todo o nosso tempo para falar de cada um. Não se pode condenar as palavras que escrevi acima. É preciso sim fazer uma releitura. O medo de envelhecer acaba tomando uma proporção tão grande em nossa vida que ficamos reféns de cremes como se a nossa realização estivesse ligada neles e não em Deus. O desejo de posse de coisas, tecnologia transformam-nos em objetos. O que você tem feito em relação à sua vida?

Texto Bíblico
Abra a Palavra
Anúncio feito por Mateus 23, 1-12
Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

O que o texto nos diz
Medite
Aparência é o que somos externamente. A cada um é dado um rosto, um jeito de ser, uma marca que define: uma pinta, um traço forte, um cabelo espesso, ralo, loiro ou negro. Vê-se de imediato o que somos. Falta-nos compreender quem somos e o que faremos com esta descoberta.
Serviço é um dom reservado a Deus através dos irmãos. Ajudar alguém é realizar o sonho de Deus de fazer-nos testemunhas do seu irmão. Doar a própria vida em uma causa em favor do outro é estar a serviço de Deus. No seu modo de servir há algum interesse pessoal?
Exaltação é um ato de estrema importância porque toma o serviço que você faz e o apresenta a Deus como vitória de um coração egoísta e muitas vezes que achava-se incapaz. Exaltar é louvar com determinação ao Criador de todos nós.

Reflita
Reze confiante e complete a oração com suas palavras “Meu Senhor, passam-se os dias, as horas e nem sempre estou pronto para ouvir o seu chamado. Falta-me coragem porque tenho outros compromissos que me atrapalham a concentração na oração. Liberte-me...”.

É importante
Deus te fez como você é. Não queira mudar o imutável. Você é único. Concorde você ou não, a aparência não é tudo. Não tenha medo de ser o que você é. Sempre é necessário uma opinião diferente. Aposte nisso. Sirva com amor. Trabalhe com amor. Reclamar não é educado e nem cristão. Fale com quem se deve falar. Para falar de assuntos importantes não use intermediários. Assuma o que pensa.


Reze sobre a sua vida 
[Se quiser colocar uma música de fundo para alimentar este momento, esteja à vontade].

1 - Quando você fez a primeira eucaristia, qual foi a sensação? Você se lembra? Pense nisso. Hoje a mesma sensação se repete?                                       .

2 - Ainda há o encantamento por Jesus? Você o procura regularmente? Que resultado tem tido esse encontro?

Anote
DIÁRIO DE DESCOBERTAS
No texto do evangelho de hoje Jesus diz assim: “...o maior dentre vós deve ser aquele que serve.” Em qual circunstância de sua vida isto aconteceu? Crie uma oração pessoal de no máximo cinco linhas sobre esta situação. Não se esqueça, anote.
Ação de graças

Respire fundo porque chegou ao fim seu retiro de hoje. Encontre uma posição agradável e reze uma dezena do terço. Se quiser pode continuar nos outros mistérios, mas uma dezena é o suficiente para o nosso propósito de hoje.

fonte: http://www.eadseculo21.org.br/

CF 2014

À NOITE HAVÍAMOS PLANEJADO UMA CAMINHADA PELAS RUAS DA CIDADE COM ALGUNS QUADROS VIVOS, NO ENTANTO CAIU UMA GRANDE E ABENÇOADA CHUVA.
INICIAMOS A CELEBRAÇÃO DO 2 DOMINGO DA QUARESMA COM A ENTRADA DOS JOVENS QUE ESTAVAM PREPARADOS PARA FAZER OS QUADROS VIVOS. 



(http://jovemcaminhandocomcristo.blogspot.com.br/)

(http://jovemcaminhandocomcristo.blogspot.com.br/)

(http://jovemcaminhandocomcristo.blogspot.com.br/)

(http://jovemcaminhandocomcristo.blogspot.com.br/)

(http://jovemcaminhandocomcristo.blogspot.com.br/)




CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

ONTEM PELA MANHÃ TIVEMOS A PRESENÇA DO CASAL DIOCESANO QUE COORDENA ÀS CAMPANHAS NA NOSSA DIOCESE. A ANA NOS APRESENTOU O TEMA E LEMA DA CF 2014, SEU OBJETIVO GERAL E ESPECÍFICOS, O POR QUE DA CAMPANHA NESTE ANO. APÓS APRESENTAR A CF 2014 NOS FEZ UM CONVITE A FORMAMOS EM NOSSA PARÓQUIA UMA EQUIPE QUE POSSA TRABALHAR NÃO APENAS A CF, E TAMBÉM AS OUTRAS CAMPANHAS DA CNBB. QUEREMOS AGRADECER A PRESENÇA DESSE CASAL AMIGO, AGRADECER AINDA O ESFORÇO E EMPENHO DA EQUIPE QUE PREPAROU ESTE MOMENTO, COMO TAMBÉM ÀS COMUNIDADES, GRUPOS, SERVIÇOS E PASTORAIS PRESENTES.










PROJETO CAMINHANDO COM JESUS NESTE DOMINGO 16 DE MARÇO DE 2014

COM UM CONSIDERADO NÚMERO DE CRIANÇAS REINICIAMOS O PROJETO CAMINHANDO COM JESUS NA MANHÃ DESTE ÚLTIMO DOMINGO, PEDIMOS AOS PAIS MANDAREM SEUS FILHOS POIS TODOS OS DOMINGOS A PARTIR DAS 08h DA MANHÃ, ESTAMOS ESPERANDO TODAS AS CRIANÇAS DA COMUNIDADE.











RETIRO QUARESMAL SEGUNDA 17 DE MARÇO DE 2014




Preparação

PALAVRAS DE FORÇA:

misericórdia – julgamento – graça

Motivação
Acompanhe este raciocínio: Cristo no texto de hoje, que você lerá em seguida, nos convida a usar de misericórdia para que não sejamos julgados ou percamos a graça de Deus. Correto? Sim, correto, mas como entendemos estes três pontos em nossa vida? Vejamos o que a Palavra tem a nos dizer.

Texto Bíblico

Abra a Palavra

Anúncio feito por Lucas 6, 36-38:
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 36“Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. 37Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. 38Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos”.

O que o texto nos diz

Misericórdia é olhar dentro do coração do outro e resgatá-lo de sua miséria. É ter o outro como referencia do amor de Deus independente da sua cor, sexo ou religião. O outro deve ser visto como imagem e semelhança de Deus.
O Julgamento é uma das faculdades que temos e não pode ser desprezada. É preciso orientá-la ao serviço do bem comum e não dos meus próprios interesses. Se julgo, permito que me julguem. Sou tolerante a isso?
Graça de Deus é o que buscamos incessantemente. Ela é força, bênção e dinamismo. É transformadora quando permito. Ela dá a centralidade que me ajuda a ser sóbrio nas decisões. Tenho experimentado isso?

Reflita

Reze confiante e complete a oração com suas palavras “Meu Senhor e meu Deus, sou argila pronta para ser conduzida. Modele o que precise e retire o que me gasta. Apare as arestas do meu ser e transforme com sua misericórdia a minha vida. Preciso buscar...

É importante

Reveja a sua vida e pergunte-se sobre os traços de misérias a que você se submeteu, vivenciou e induziu que outros vivenciassem. Busque no mais íntimo de sua lembrança dos momentos em que você foi motivo para que outros pecassem ou fossem vítimas de seus maus desejos, julgando, motivando o julgamento e sendo pedra de tropeço para os seus irmãos. É importante conhecer-se para conhecer Jesus.
Reze sobre a sua vida [Se quiser colocar uma música de fundo para alimentar este momento, esteja à vontade].
1 - Qual foi o momento mais marcante no início de sua vida cristã? Como foi o seu primeiro contato com Deus? Ore sobre isso. Tome consciência de que Deus vem agindo em sua vida.
2 - Qual foi a primeira decepção?

Anote

DIÁRIO DE DESCOBERTAS

Releia a leitura de hoje e tome como referencia as três Palavras de Força. Escreva-as separadamente em seu diário e ao lado de cada uma, cite uma situação em que elas foram usadas por você.
- Misericórdia:
- Julgamento:
- Graça:

Ação de graças

Fique um instante em silêncio e reze a oração que você completou e em seguida a oração que Jesus te ensinou.


Fonte: www.eadseculo21.org.br/

FORMAÇÃO COM EQUIPE DIOCESANA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE EM UPANEMA


LOGO MAIS AS 9h DA MANHÃ FORMAÇÃO COM EQUIPE DIOCESANA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE;
18h CAMINHADA;
19h MISSA NA IGREJA MATRIZ

DOMINGO 16 DE MARÇO DE 2014

Preparação

O que temos?

“Senhor, é bom ficarmos aqui”, disse Pedro. O conforto das situações sempre nos agrada. Mas, ficar sempre na zona de conforto pode nos custar muito. O evangelho exige atitudes, compromissos e testemunhos. Ele não foi escrito para ser lido apenas, mas para tornar-se fruto em nossa vida. Neste belo evangelho da transfiguração Pedro corre o risco de querer ficar sempre na mordomia da fé, deixando com que todos os problemas ficassem distantes, lá na cidade. Quantas vezes preferimos isso, não? É tão bom uma vidas sem conflitos? É tão bom imaginarmos uma vida com um final feliz como vemos nos filmes. Conflitos são necessários. Não devem ser almejados, mas se acontecem, precisamos acolhê-los e não evita-los. Você já pensou nisso?

Coloque as mãos sobre a Palavra, respire fundo e reze.

Transfigura-me, Senhor. Quero que o Senhor tenha acesso ao meu coração para tornar-me mais santo. Purifica o meu interior e faça-me nascer de novo. Mude o que precisa ser mudado. Transfigura-me, Senhor.

Texto Bíblico

Abra a Palavra

Recado de Mateus 17, 1-9
Naquele tempo, 1Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. 2E foi transfigurado diante deles; o seu rosto brilhou como o sol e as suas roupas ficaram brancas como a luz. 3Nisto apareceram-lhe Moisés e Elias, conversando com Jesus.
4Então Pedro tomou a palavra e disse: “Senhor, é bom ficarmos aqui. Se queres, vou fazer aqui três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. 5Pedro ainda estava falando, quando uma nuvem luminosa os cobriu com sua sombra. E da nuvem uma voz dizia: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus todo o meu agrado. Escutai-o!”
6Quando ouviram isto, os discípulos ficaram muito assustados e caíram com o rosto em terra. 7Jesus se aproximou, tocou neles e disse: “Levantai-vos e não tenhais medo”.
8Os discípulos ergueram os olhos e não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus. 9Quando desciam da montanha, Jesus ordenou-lhes: “Não conteis a ninguém esta visão até que o Filho do Homem tenha ressuscitado dos mortos”.

O que o texto nos diz

Fixe sua leitura na seguinte frase:

Leia a frase seguinte, feche os olhos e repita-a em seu coração por alguns instantes: “É de paz que Ele fala. É por amor que Ele me procura”.

O Texto nos diz:

O medo é um dos nossos inimigos. Ter medo não quer dizer que não tenho fé. É um sentimento que nasce de uma fobia que a ciência tenta explicar, portanto, não confunda. O medo quando relacionado ao testemunho da Palavra de Deus não precisa de tratamento com a ciência, mas de uma boa dose de coragem e determinação. Temos medo que se mistura a uma vergonha de até mesmo falar que somos católicos. Devemos fugir deste medo porque se nos envergonhamos de Deus estamos dizendo que Deus pode se envergonhar de nós. Suportaríamos tal atitude de Deus?

Reflita

Pense no dia que passou. Quais foram as suas contrariedades? O que mais te preocupou? Como você se sentiu diante dos acontecimentos: derrotado, fortalecido, amado, odiado? Lembre-se que somos cobrados a todo instante para sermos o melhor, o que mais produz, o que mais tem que oferecer ao outro. Cobre-se menos.

Anote

DIÁRIO DE DESCOBERTAS

1 - Quais são os seus medos? Por quê?
2 - Jesus disse aos discípulos: “Levantai-vos, não tenhais medo”. Ele diz isto a você hoje. O que vem ao seu coração quando você lê estas palavras de Jesus, “...não tenhais medo.”?

3 - Anote ao lado de cada medo uma palavra de Jesus que lhe vêm a mente. Não importa qual seja, mas não se esqueça, anote.

Fonte: http://www.eadseculo21.org.br/ead/

PUBLICAÇÕES